Peseiro: «FC Porto? Saiu Tello à espera que entrasse Rafa»

Treinador revela que contava ainda com um central e que acertou saída em troca de quatro meses de salário

José Peseiro foi oficializado como treinador do FC Porto a 19 de janeiro. O técnico saiu no final da última temporada, sem registo de títulos, e partilha a responsabilidade pelo fracasso.

Em entrevista à Tribuna Expresso, divulgada online nesta quinta-feira, Peseiro revela que estava à espera de Rafa (atualmente no Benfica) no plantel e que esse dado esteve relacionado com a saída de Cristian Tello.

«Houve várias questões que não ajudaram. Jogadores lesionados, os centrais que saíram sem que fossem preenchidas as vagas (…) Sabia que o FC Porto era uma equipa com grandes recursos e bons jogadores, que não estava longe dos adversários e que tinha plantel para recuperar o atraso. Só que saiu o Tello à espera que entrasse o Rafa; e esperava um central que não veio. E evidentemente também houve culpas para o treinador», explicou.

Por isso, quando se lembra que o FC Porto não estava «perdido» quando José Peseiro assumiu o cargo, o treinador rebate: «Estava a caminho disso. E verificou-se.»

«Gostava de ter chegado ao Porto num contexto em que muitos outros técnicos tiveram. Tiveram contextos mais facilitadores do que no ano passado», frisou.

José Peseiro revela ainda que chegou a acordo com o FC Porto sobre o valor a pagar pela saída precoce: «Quase todos os treinadores fazem isso. Não é só José Peseiro. Com exceção de Lopetegui que, pelos vistos, vai receber tudo. O Victor Fernandez também acho que recebeu o dinheiro todo no FC Porto durante dois anos…»

«Eu acordei que seria um terço do contrato, ou seja, quatro meses de salários», explicou o atual técnico do Sp. Braga. O valor em dívida está pago? «A situação está a resolver-se», rematou, ao longo da entrevista à Tribuna Expresso.

O FC Porto, atual quarto classificado da Liga, recebe o Sp. Braga de José Peseiro (terceiro, com mais um ponto) na próxima jornada da prova.

Back to Top
-