Pinto da Costa: “É evidente que o nosso plantel precisa de mais gente”

Presidente garante que ainda não falou com Sérgio Conceição sobre reforços, mas deixa aberta a porta a algumas entradas

 

Ainda sem um plano concreto definido, Jorge Nuno Pinto da Costa deixou claro que há a possibilidade do plantel do FC Porto ser melhorado nesta janela de mercado. À margem de um jantar de Natal da Comissão de Recandidatura de Jorge Nuno Pinto da Costa, no Monte Aventino, o presidente do FC Porto garantiu que ainda não falou com Sérgio Conceição sobre reforços, mas que essa reunião vai acontecer, mais lá para o final do ano.

Ainda sobre o mercado, Pinto da Costa deixou claro que não espera saídas “do núcleo duro”, que Casillas fica até ao final de contrato e que as renovações de Marcano e Reyes estão a ser discutidas. Além de entradas e saídas, o líder portista fez também um balanço do que já foi jogado neste campeonato e voltou a referir-se ao caso dos e-mails, que diz ser a prova evidente de como o Benfica conseguiu algumas das vitórias dos últimos anos.

Ainda não há planos para reforços
“O Sérgio Conceição já disse hoje que a prenda era trabalhar no FC Porto. Eu acho que ele respira felicidade naquilo que faz e pelo grupo que tem. Quanto a reforços, isso não são prendas. É o normal de qualquer equipa, dentro das suas possibilidades, querer melhorar. Neste momento não lhe posso dizer nada, já vi nos jornais mas ainda não falei nada com o treinador. Combinamos ter uma conversa mais em cima do final do ano. Falou-me de um jogador, mas eu não vou revelar. É evidente que o nosso plantel precisa de mais gente, mas não é por falta de qualidade. Se não houvesse lesões ou castigos não estava preocupado em ir buscar ninguém.”

Casillas será sempre notícia
“O Casillas é sempre notícia porque é um jogador com uma carreira fantástica a nível mundial. É um grande guarda-redes e jogue ou não jogue será sempre notícia. Mas de certeza absoluta que será notícia até ao final do contrato. E depois, se sair e for para outro sítio, vai continuar a ser notícia, porque é uma grande figura.”

Núcleo duro é para manter
“Os nossos jogadores são sempre muito observados. Às vezes vejo grandes clubes a contratar jogadores e eu só posso dizer que andam distraídos. Pelo valor que compram, comparando com os nossos jogadores, não percebo como é que andam assim distraídos. Mas espero que não saia nenhum dos que fazem parte do núcleo forte.”

Reyes e Marcano em conversações
“Estamos a conversar com eles e com os empresários. Há uma coisa que tanto eu como o treinador temos confiança total: com ou sem contrato eles dão o máximo.”

A “nova mística” de Sérgio Conceição
“Sérgio Conceição veio dar uma nova mística ao nosso futebol, que ele teve enquanto jogador. Naturalmente só a mística não chega, há também a sua grande competência, da qual eu nunca duvidei. Foi uma grande opção que fizemos e acho que esse foi o grande fator de mudança do nosso futebol.”

Balanço do ano
“Houve muita coisa negativa, por e-mail, e houve muita coisa positiva, devido à ação e intervenção de quem a devia ter. Depois de uma época frustrante, hoje toda a gente compreende como foram construídas muitas das vitórias de um adversário nosso.”

A luta pela verdade
“O FC Porto é a luta pela verdade, a crítica àqueles que por e-mail ou por microfones deturpam a verdade e falseiam o futebol português. Ninguém se atreve a desmentir a veracidade de todos aqueles e-mails. Timidamente, vão dizendo que alguns não são verdade…deve ser os que não escreveram, porque não existem. Esta é uma guerra que temos que manter, para que este Campeonato não seja deturpado como outros foram.”

Situações “anormais” que deturpam a classificação
“Sabemos o que se passou na Vila das Aves e sabemos o que se passou no Estádio do Dragão, no jogo seguinte, e por isso temos que estar atentos.Se não tivessem acontecido algumas anormalidades, responsabilidade de quem estava a apitar ou estava no videoárbitro, nós estaríamos oito pontos à frente do Benfica e quatro à frente do Sporting. Perdemos a vantagem que tínhamos devido a acontecimentos anormais, como todos viram. O anular daquele golo [de Herrera, frente ao Benfica] é uma decisão que entra no Guiness do futebol português. Com casos destes, se acontecessem em todos os jogos, ainda descíamos de divisão. Se essas situações não se repetirem não tenho dúvida que estaremos todos na Avenida do Aliados.”

Os temas “inventados” pelo Benfica
“O Benfica deve ter mandado um e-mail para qualquer canal, para qualquer gordo dar a sua opinião, mas devia estar calado porque ninguém se esqueceu que o Diabo de Gaia invadiu o Estádio da Luz e agrediu um juiz de linha. Mas compreendo a posição do Benfica. Eles protestam de tudo e se calhar vão protestar por estarmos a falar nisto. Mas, na posição deles, com e-mails tão comprometedores, eu também inventava todos os dias assuntos para esconder os zero pontos da Champions League e a eliminação de Taça de Portugal.”

Fonte: FC Porto