Pinto da Costa: “Quando todos lutam pelo mesmo, é possível obter a vitória”

O Museu FC Porto tem a partir desta quinta-feira os dois símbolos da vitória da W52-FC Porto-Mestre da Cor na 79º edição da Volta a Portugal.

Raúl Alarcón entregou esta quinta-feira o troféu e a camisola amarela, conquistados na 79ª edição da Volta a Portugal em bicicleta, ao presidente do FC Porto.

“Quando todos lutam pelo mesmo, é possível obter a vitória”, afirmou Pinto da Costa, numa cerimónia que decorreu no Museu FC Porto, na qual também marcaram presença os vice-presidentes Adelino Caldeira e Alípio Jorge, o presidente da W52-FC Porto-Mestre da Cor, Adriano Quintanilha, acompanhado pelo diretor-desportivo Nuno Ribeiro, e pelos ciclistas Joaquim Silva, Tiago Ferreira, António Carvalho, Rui Vinhas e, claro, Raúl Alarcón.

“Acompanhei a Volta a par e passo, acompanhei o que foi o espírito da equipa durante toda a prova e foi esse espírito, de todos por todos, que fez com que vencêssemos a prova”, declarou o líder portista.

“Das coisas mais bonitas que vi nesta Volta foi a chegada à Guarda com o Raúl e o Amaro abraçados para cortar a meta – isso prova que, quando todos lutam pelo mesmo, é possível obter a vitória”, acrescentou.

Na mesma cerimónia, Adriano Quintanilha, presidente da W52-FC Porto-Mestre da Cor, dedicou a vitória na prova maior velocípede portuguesa ao presidente Pinto da Costa.

Fonte: OJOGO

2 Comments