Pinto da Costa: “Uma bonita taça conquistada com todo o mérito”

FC Porto B entregou no Museu a Premier League International Cup numa visita acompanhada pelo Presidente

 

A Premier League International Cup, conquistada pelo FC Porto B, em Inglaterra, na final frente ao Sunderland, já está exposta no espaço “Na Hora” do Museu, não sem antes ter passado pelas mãos de Jorge Nuno Pinto da Costa. As honras da entrega da taça couberam ao capitão Francisco Ramos, em nome do plantel todo ele presente na cerimónia que decorreu na manhã deste domingo e à qual também assistiram os vice-presidentes Fernando Gomes e Joaquim Pinheiro, e ainda Luís Gonçalves, diretor geral para o futebol. O Presidente portista destacou a importância de uma vitória, apesar de desvalorizada por alguns, obtida “com todo o mérito”, por parte de um grupo de jogadores que dá ao clube sinais positivos para o futuro mais próximo.

“É uma prova à qual a UEFA dá uma grande importância e o facto de os jornais da capital não terem valorizado esta vitória é mais uma prova da importância dela. O FC Porto conquistou-a com todo o mérito, os jogadores fizeram uma exibição fantástica, saíram do Estádio debaixo de uma grande ovação dos adeptos do clube adversário e dão-nos a esperança de muitos deles integrarem o plantel principal e virem a ser os responsáveis de muitas vitórias que esperamos no futuro”, observou Pinto da Costa, realçando também “o trabalho fantástico” de António Folha, que conseguiu “criar um verdadeiro espírito da equipa.

O treinador dos “bês” recebeu as palavras do Presidente como “mais um incentivo” para os jogadores continuarem a trabalhar com o objetivo de “entrar na porta ao lado”, a da equipa principal. Folha falou de “rigor e paixão”, a base do seu trabalho, para explicar como conseguiu reerguer a equipa quando assumiu o comando técnico, em janeiro, numa fase difícil na Segunda Liga: “Transmiti-lhes confiança, o segredo foi a união do grupo, e o culminar deste percurso foi uma excelente exibição na final contra um adversário dificílimo que mostrou muita qualidade ao longo da prova, mas que não teve qualquer hipótese porque os jogadores foram fantásticos e mostraram que quiseram muito ganhar aquela final.”

Naquela noite no Stadium of Light, foi Francisco Ramos a erguer aquela “bonita taça” aos olhos de Pinto da Costa. Orgulhoso pela vitória numa competição internacional a que junta, no palmarés, o título de campeão da edição 2015/16 da Segunda Liga, o capitão falou mais do futuro do que o presente e do objetivo que todos eles perseguem: “Já tive a oportunidade de treinar com a equipa principal. Todos nós ambicionamos lá chegar, sabemos que nem todos conseguirão, mas espero que muitos de nós lá possamos estar.”