Porto um a um, Danilo foi um muro intransponível no meio-campo do FC Porto

Um triste adeus que só Danilo quis impedir

José Sá 5

Começou o jogo com uma saída fora de tempo dos postes, valendo-lhe que o cabeceamento de William saiu ao lado. Não foi obrigado a grandes intervenções no resto do jogo, tendo mais um deslize, desta feita, com os pés. Defendeu um penálti.

Maxi 5

Depois de duas viagens intercontinentais e 180 minutos pelo Uruguai foi sujeito a um enorme desgaste em Chaves. Lutou enquanto as pernas permitiram. Não comprometeu, mas também pouco acrescentou.

Felipe 6

Fantástico corte ainda na primeira parte a impedir que William marcasse. Exibição sem erros evidentes. Marcano 5 Aos 11’ ficou mal na fotografia ao deixar Paulinho escapar na direita. Viu um amarelo ainda na primeira parte, mas no global a noite não foi negativa.

Alex Telles 5

Não deu muita profundidade ao lado esquerdo e a equipa ressentiu-se disso porque também não havia um extremo desse lado. Bem a defender.

Danilo 7

Um guerreiro em campo e um muro praticamente intransponível. Esteve perto de desfazer o empate aos 90+5’, numa bomba à entrada da área.

André André 6

Exibição intermitente marcada por um brilhante remate em arco que levou a bola a bater na barra. Faltoulhe velocidade, mas era difícil fazer mais porque não tem ritmo competitivo.

Otávio 5

Jogou na posição que costuma ser de Óliver e não fez mais do que três passes a rasgar a defesa. Teve ainda uma perdida na primeira parte: com o guarda-redes fora da baliza atirou do meio da rua, mas não foi capaz de enquadrar o remate.

Varela 6

Foi dos mais rematadores da equipa e dos que mais tentaram desequilibrar, sobretudo na segunda parte em que fez uma assistência perfeita para André Silva e marcou um livre lateral que tirou tinta ao poste.

Diogo Jota 5

Enquanto foi um “vagabundo” em campo pouco rendeu. Mais na esquerda, explorou a velocidade e tentou o golo, mas António Filipe não o deixou festejar.

André Silva 4

Bem controlado pelos centrais do Chaves não teve grandes chances para rematar. Na melhor, aos 54’, atirou na passada para boa defesa. Falhou o penálti.

Depoitre 4

Depois de dois cabeceamentos inofensivos, perdeu, já no prolongamento, um golo na cara de António Filipe. Também falhou o penálti.

Layún 4

Entrou para a ala direita, mas só nas bolas paradas é que meteu a bola na área.

Evandro 5

Refrescou e deu mais velocidade ao meio-campo no prolongamento. Marcou o penálti.

Danilo foi um muro intransponível no meio-campo do FC Porto

 

FONTE/ OJOGO