“Quartos” da Taça assegurados na estreia de André Gomes

Académica de S. Mamede não teve qualquer hipótese no Dragão Caixa. Jovem internacional sofreu grave lesão em agosto

 

O FC Porto não teve dificuldades, mesmo num ritmo baixo, em assegurar a passagem aos quartos de final da Taça de Portugal, ao bater, este sábado, a Académica de S. Mamede, por claros 44-21. A disparidade entre os Dragões e a última classificada da zona um do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão é enorme e foi clara desde o primeiro minuto, pelo que o momento alto da partida acabou por ser a estreia pela equipa principal de André Gomes. O lateral esquerdo foi contratado no defeso mas fraturou a tíbia em agosto, ao serviço da seleção nacional de Sub-19, pelo que teve de esperar quase meio ano para vestir a camisola azul e branca.

Aos cinco minutos o FC Porto já vencia por 5-1, o que tornava claro que o jogo iria servir para rodar o plantel e experimentar soluções, nomeadamente esquemas defensivos. Assim fez Lars Walther, que viu a sua equipa levar a partida a sério, particularmente nos primeiros 30 minutos, no final dos quais o resultado era de 26-7. Os golos surgiam de quase todas as formas, mas particularmente através de contra-ataques, que entravam na defesa dos forasteiros como faca quente em manteiga.

Ao intervalo o ritmo era de quase um golo marcado por minuto, o que não se manteria na segunda parte, em que houve troca na baliza (Hugo Laurentino rendido por Sérgio Morgado) e nas pontas (Miguel Alves e Diogo Branquinho, o melhor marcador da partida, com nove golos, deram os lugares a António Areia e José Carrillo). A Académica de S. Mamede desinibiu-se e até conseguiu um parcial favorável nos primeiros minutos do segundo tempo, mas para a história do encontro ficar escrita só faltava um momento: a entrada em jogo de André Gomes, à entrada dos últimos dez minutos, ainda a tempo de marcar um belo golo de primeira linha. Todos os jogadores de campo do FC Porto marcaram.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-ACADÉMICA S. MAMEDE, 44-21

Taça de Portugal, oitavos de final
27 de janeiro de 2018
Dragão Caixa, no Porto

Árbitros: Alberto Alves e Jorge Fernandes

FC PORTO: Hugo Laurentino e Sérgio Morgado (g.r.); Nikola Spelic (4), Ángel Hernández (1), Rui Silva (2), Daymaro Salina (4), Diogo Branquinho (9), Miguel Alves (1), Yoel Cuni Morales (6), Victor Iturriza (5), Miguel Martins (1), José Carrillo (4), António Areia (3), Aleksander Spende (3) e André Gomes (1)
Treinador: Lars Walther

ACADÉMICA S. MAMEDE: Rui Santos, Carlos Oliveira e Francisco Grande (g.r.); Gustavo Almeida (5), José Vieira (3), Reginaldo Mondenês (1), Alexandre Mota (1), Ricardo Nogueira (2), João Correia (2), José Xavier (4), João Carvalho (1), Fábio Barros (2), Artur Oliveira, Jerusio Albuquerque e Hélder Lamela
Treinador: Bruno Freitas

Ao intervalo: 26-7