Regresso aos triunfos frente ao Águas Santas

FC Porto retomou o caminho das vitórias na 22.ª jornada do Andebol 1 ao bater o Águas Santas, por 32-25

 

O FC Porto venceu na tarde deste sábado a formação do Águas Santas, por 32-25, em jogo da 22.ª jornada do Andebol 1. Neste regresso aos triunfos, após o desaire a meio da semana frente ao Sporting, a equipa de Lars Walther não deu hipóteses a um conjunto maiato que só “desarmou” no segundo tempo e que tudo fez para dificultar ao máximo a conquista dos três pontos.

No Dragão Caixa, assistiu-se a uma partida de andebol muito disputada e os Dragões estiveram longe de ter uma tarde tranquila. Frente a uma equipa agressiva, que na primeira meia hora soube sempre aproveitar os erros, quer na defesa, quer no ataque azul e branco, os Dragões foram obrigados a jogar no limite para evitar qualquer tipo de surpresa indesejada. A equipa maiata foi acompanhando o marcador até à dezena e sensivelmente até aos primeiros 20 minutos da partida, a partir dos quais se verificou a primeira grande diferença no marcador (13-9).

Sempre em vantagem, os portistas saíram para o descanso a vencer por dois (15-13), margem que alargaram logo nos primeiros lances do segundo tempo. Gradualmente, a qualidade e a melhor condição física dos azuis e brancos acabou por se impor, com o mérito de nunca terem baixado a intensidade até ao final. A diferença, que era de quatro, passou para os 6 e chegou a ser de oito golos, com o resultado final a fixar-se nos 32-25. Na classificação, os três pontos valem uma subida provisoria ao segundo lugar, com menos quatro do que a liderança do Sporting.

No final da partida o técnico Lars Walther mostrou-se feliz pela vitória após o desaire no clássico e destacou a boa resposta, sobretudo emocional, dos seus jogadores: “Entrámos um pouco nervosos pelo que se passou no jogo anterior. Nem sempre é fácil recuperar a equipa porque estávamos à espera desse jogo há muito tempo. Estou contente com esta vitória, mas continua a haver muito trabalho para fazer. Toda a gente quer jogar e quer jogar bem e estamos a trabalhar muito para chegar de novo ao topo. Sobre hoje, penso que os faltou um pouco de agressividade na defesa e um bocadinho mais de paciência nos ataques mais longos”, afirmou.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-ÁGUAS SANTAS, 32-25

Andebol 1, 22.ª jornada
10 de fevereiro de 2018
Dragão Caixa, Porto

Árbitros: Fernando Costa e Diogo Teixeira

FC PORTO: Hugo Laurentino, Sérgio Morgado, Victor Iturriza (4), Nikola Spelic, Yoel Morales (3), Miguel Martins (3), Ángel Hernández (3), Rui Silva (1), Daymaro Salina (2), José Carrillo (4), Diogo Branquinho (3), António Areia (2), Miguel Alves (5) e Aleksander Spende (2)
Treinador: Lars Walther

ÁGUAS SANTAS: António Campos, Renato Ribeiro, Pedro Cruz (7), Gonçalo Vieira (3), Miguel Neves, Pedro Pacheco, Miguel Gomes (3), Mário Oliveira (1), Rúben Sousa (1), Jorge Mendes, Rúben Santos (2), Tiago Pereira, André Rei (8) e Luís Frade
Treinador: Rolando Freitas

Ao intervalo: 15-13