Ricardo regressa “melhor” jogador e quer demonstrá-lo

Após dois anos de empréstimo, o lateral garante ser agora mais experiente e assume a polivalência

 

Ricardo Pereira esteve dois anos cedido ao Nice e foi uma das principais figuras da equipa francesa, pelo que regressa mais confiante, “com mais experiência e com mais tempo de jogo” ao FC Porto, que considera a sua “casa”. Em declarações exclusivas ao Porto Canal e www.fcporto.pt, esta segunda-feira, no início da segunda semana de trabalho em 2017/18, o lateral reconhece que os primeiros dias foram de trabalho duro, “como tem de ser”, e abordou ainda a sua polivalência.

Uma semana “carregada”
“Foi uma boa primeira semana, voltar a casa e reencontrar não só os jogadores como o novo treinador, dirigentes, roupeiros, toda a gente. Foi uma primeira semana carregada, como tem de ser, para começar a entrar no ritmo e assimilar os processos do novo treinador. Todos os jogadores aqui querem mostrar trabalho e o seu valor. Visto que começamos com um treinador novo e em pé de igualdade, vamos todos dar o nosso melhor para complicar-lhe a vida.”

O primeiro jogo-treino
“Gostamos é de jogar, apesar de ser a primeira semana e de não termos os processos bem assimilados. Mas é importante começar a jogar e não só treinar, o jogo é sempre diferente.”

O empréstimo ao Nice
“Regresso com mais experiência e com mais tempo de jogo, penso que melhor do que quando saí, e espero demonstrar isso. Se calhar o treinador conhece-me melhor do que algumas pessoas aqui, que não acompanham tanto a Liga francesa. Mas isso está para trás, o que conta é o presente e há que trabalhar.”

A polivalência
“Penso que o facto de poder jogar em mais do que uma posição pode ser bom e espero que seja assim no final, para dar mais opções ao treinador e poder jogar mais.”

A apresentação dos equipamentos
“Foi muito bom voltar a ter contacto com os adeptos nesta primeira interação e eles mostraram que estão connosco e que nos apoiam para esta época que virá.”

Fonte: FC Porto