Rui Pedro “chama” Depoitre

Coqueluche do ataque desce à equipa B para fazer 68 minutos e cumprir o plano que o treinador recusa alterar. Contra o Chaves, deve ser o belga no banco. Mas ainda há Adrián López

Treinador mantém plano de desenvolvimento para o jovem de 18 anos. Contra o Marítimo, o atacante da equipa B não foi utilizado. Dois dias depois, foi ganhar minutos à formação que é o seu espaço natural

Rui Pedro teve produção fraca e o FC Porto B só marcou ao Braga B depois de entrar AreiasRui Pedro foi ontem à equipa B cumprir parte do plano que Nuno Espírito Santo lhe desenhou. Na semana após a primeira não utilização do avançado pela equipa principal, desde a estreia contra o Belenenses, para a Taça da Liga, o jogador desceu à formação secundária dos dragões para somar 68 minutos na derrota desta contra o Braga B.

O desempenho de Rui Pedro (ver mais na página 47) não foi propriamente deslumbrante, mas o que Nuno mais queria era que o jovem ponta de lança não ficasse parado e somasse mais algum tempo para a sua ficha de desenvolvimento de capacidades. Rui Pedro voltará em breve à equipa principal e entrará nas contas da Taça da Liga, prova especialmente útil para as oportunidades aos jovens jogadores.

O objetivo de “despromover” Rui Pedro foi ainda ao encontro da necessidade de devolver o jogador à terra e fazêlo perceber que o seu espaço natural aindaéasegun da equipados dragões. Ap ri me iraéo objetivo final, aquela que lhe pode dar mais e melhores armas para se afirmar no futebol português, mas um projeto a longo prazo, que não dispensa que o jogador passe por todas as etapas e dê passos firmes e confiantes. Por isso mesmo, jogou então contra o Braga B, ao serviço da equipa de que continua a fazer parte.

A utilização de Rui Pedro ontem não impede que Nuno o chame para o jogo de amanhã, se assim o entender. O regulamento é claro. “O jogador que, no âmbito de qualquer competição organizada pela Liga, tenha sido utilizado na equipa B pode ser livremente utilizado no jogo seguinte da equipa principal”, diz o ponto 4 do artigo 13.º do Regulamento de inscrição e participação das equipas B. O contrário é que não seria possível sem um intervalo de, pelo menos, 72 horas.

De qualquer forma, o treinador deve optar por voltar a chamar Depoitre aos eleitos, por não ter sido sujeito ao desgaste de Rui Pedro. O belga não é utilizado desde 29 de novembro (Belenenses, Taça da Liga) e continua com dificuldades para provar o acerto da sua contratação. Adrián López é a outra alternativa. O espanhol também apareceu pela última vez a 29/11.

Fonte: Ojogo