Será que vem aí uma guerra entre O POLVO E A LULA?

António Salvador: “O Ministério Público que entre em campo, esta é uma Liga desvirtuada”

O presidente do Sporting de Braga, António Salvador, pediu hoje a intervenção do Ministério Público no futebol português depois da derrota caseira diante do Sporting (3-2), na 31.ª jornada da I Liga.

“Se o Conselho de Arbitragem não faz nada para os erros que se fazem por esses campos fora, eu pedia ao Ministério Público, às entidades judiciais, para verem o que se passa no jogo. Ou os árbitros erram e têm de ser punidos pelo Conselho de Arbitragem, ou se deixa passar, e têm de entrar as entidades judiciais, e, de facto, apurar o que se passa para tanto erro. Peço ao Ministério Público que entre em campo, porque esta é uma liga desvirtuada”, afirmou na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga.

O árbitro da partida, Nuno Almeida, assinalou duas grandes penalidades contra o Braga e anulou um golo à equipa minhota, quinta classificada da I Liga, a oito pontos do Vitória de Guimarães, quarto.

António Salvador diz acreditar “que há bons árbitros, mas se há bons árbitros e aqueles que não cumprem, o Conselho de Arbitragem tem de fazer alguma coisa”.

“Se não o fizer algo está mal e então é desvirtuada a Liga. Esta classificação é uma mentira. Hoje em dia, os jogos são muitas das vezes decididos não tanto pelos árbitros, mas pelos assistentes”, afirmou.

António Salvador disse ainda que “o Sporting de Braga tem sido prejudicado ao longo desta segunda volta em 10 pontos subtraídos”. “Nos últimos seis jogos, tivemos cinco penáltis contra nós. Ainda na semana passada [no jogo contra o Paços de Ferreira, que o Sporting de Braga perdeu por 3-1], tivemos um penálti marcado um metro e meio fora da área. Ontem [sábado], em Guimarães, na equipa B [perdeu por 2-1 frente ao Vitória de Guimarães B, para a II Liga], tivemos um penálti que deve ser para os apanhados’ da televisão”, acrescentou.

Fonte: Ojogo