Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Soares: No Brasil já lhe chamam “novo Hulk”

SOARES: NINGUÉM TEVE ESTE IMPACTO

Brasileiro está a protagonizar um início como nenhum outro reforço de janeiro do FC Porto desde 2000. Fez três golos em dois jogos e ataca série de Janko

Crucial nos últimos dois triunfos, o atacante ainda “forçou” Nuno a optar por André Silva no momento de escolher quem entre os dois ia ser substituído. Com o Tondela, procura o terceiro jogo consecutivo a marcar

É com três golos em apenas quatro remates que começa a história de Soares no FC Porto. Um início nunca visto entre os reforços garantidos pelos dragões no mercado de janeiro desde o início do milénio, batendo até quem viria a revelar-se extremamente importante na conquista de troféus, como foi o caso de Carlos Alberto (marcou na final da Champions de 2003/04) ou de Adriano (foi o autor do golo do título e da final da Taça de Portugal de 2005/06). Se o impacto que está a causar ajudará os azuis e brancos a serem campeões, só mais lá para maio se saberá, mas os golos apontados a Sporting e Vitória de Guimarães, respetivamente, deixamno numa excelente posição para igualar um feito que, entreos jogadores contratados no mercado de inverno desde 2000, só Janko alcançou: marcar nos primeiros três encontros oficiais pelos azuis e brancos. E o próximo adversário (Tondela) até já faz parte da sua lista de vítimas em Portugal.

Seja como for, já ninguém tira a Soares a importância que teve na conquista dos dois últimos triunfos por parte do FC Porto. Ainda por cima frente a dois dos adversários teoricamente mais complicados para os portistas. O brasileiro conseguiu, inclusive, “forçar” Nuno Espírito Santo a substituir André Silva em dois jogos consecutivos, algo que esta temporada só havia sucedido uma vez, quando os encontros já se encontravam mais do que resolvidos (5-0 ao Leicester e 4-0 ao Feirense). Não é crível que o treinador recue na opção por dois pontas de lança, mas Tiquinho está a tornar-se uma ameaça séria ao internacional português. De resto, os dois só estão separados por dois golos na I Liga (12 contra dez). E se mantiver o rendimento atual, o jogador de Paraíba até poderá sonhar com o registo de McCarthy (13 golos) em 2001/02, que ainda figura como o melhor entre os reforços de inverno portistas desde 2000.

No Brasil chamam-lhe “Novo Hulk”

Não é só em Portugal que Soares está a surpreender. Do lado de lá do Atlântico também olham para ele cada vez com maior curiosidade e as recentes exibições até já motivaram uma comparação com um histórico do FC Porto. “O atacante Tiquinho Soares voltou a brilhar com a camisola do FC Porto. Com direito a um golo do paraibano, que já é chamado de ‘Novo Hulk’, por conta do estilo matador e por ser conterrâneo do ex-jogador da seleção, os dragões bateram o Vitória de Guimarães por 2 a 0”, escreveu, entre outros, o portal “Globo Esporte”.

 

Fonte: Ojogo