“Soares vai triunfar no FC Porto”

Antigo jogador dos dragões acredita que o avançado não vai acusar a pressão de jogar num grande de Portugal

Deco acredita que Soares tanto pode jogar sozinho no ataque como ao lado de outro avançado. Se Nuno quiser, o antigo jogador do V. Guimarães até pode ser titular com o Sporting

Da página 1 Agente de Soares lembra que o avançado tem conseguido impor-se em todos os clubes e assegura que ele está preparado para alinhar no clássico com o Sporting, ao qual já marcou esta época

Deco representa Soares e é parte interessada no negócio, mas quando contactado por O JOGO, mais parecia estar a dar uma opinião isenta. Não quis cair em exageros, até porque também não quer enganar o clube do coração; foi no Dragão que viveu alguns dos melhores momentos da careira, é amado por todos e não quer desiludir ninguém. Ganhava até mais se o avançado tivesse ido para a China. E porque também quer ajudar o FC Porto, Deco gostou da opção do atacante. “Dou conselhos, mas a decisão cabe sempre ao jogador e o Soares preferiu o FC Porto. Ele tinha hipótese de ir para a China, mas como tinha a opção de assinar pelo FC Porto, quis ficar. Na minha opinião, foi a melhor opção”, garante. Apesar do interesse dos chineses em Soares, Deco revela que “o negócio foi fácil”. “O FC Porto queria o Soares, e ele também queria o FC Porto; quando assim é, o negócio torna-se fácil. Qualquer um gostava de jogar no FC Porto e ele teve essa oportunidade. Tem 26 anos e agora tudo vai depender das oportunidades que tiver, da dedicação e da capacidade de reagir à pressão de jogar num clube grande como o FC Porto”, lembra Deco, confiante no sucesso do atacante. “Acredito que vai triunfar no FC Porto. É uma aposta do clube, tem evoluído e onde chegou tem conseguido impor-se. É óbvio que a exigência do FC Porto é a maior que ele já teve na carreira, mas acredito que vai triunfar”, perspetiva o antigo médio.

Se for preciso, Soares até pode ser titular com o Sporting, um clube a que o avançado já marcou esta época, em Guimarães. “Chegou agora ao clube, é um facto, mas estava a competir. A nível físico, está preparado, mas agora tudo depende do treinador, porque ele ainda tem pouco trabalho com os outros jogadores”, lembra.

Do que não tem dúvidas é daquilo que Soares pode acrescentar à equipa. “É um jogador diferente daqueles que o FC Porto tem. O André Silva tem mobilidade, o Depoitre é mais um jogador de área, mas não conseguiu impor-se. O Soares tem poder ofensivo e sabe segurar a bola no ataque. O jogo de cabeça é o ponto forte dele, tal como se viu no V. Guimarães. É um jogador potente, um jogador de área, que tem presença física e muita qualidade. Não é só jogo de cabeça: sai da área e consegue sair a jogar.”

Jogue o FC Porto em 4x3x3 ou 4x4x2, Soares está habilitado. “Já jogou sozinho e acompanhado, incluindo no próprio V. Guimarães. Não vejo nenhum problema em jogar em qualquer uma das opções”, reforça Deco, que não vê Soares emdesvantagemrelativamente aos restantes avançados por só ter chegado agora. “Acredito que chegar agora não seja uma desvantagem. Ele fez agora 26 anos e já não é assim tão novo para se deixar impressionar. É óbvio que agora está num grande, mas não vejo nenhum problema para triunfar.”

Deco tem conversado com Soares e não hesita quando O JOGO lhe pergunta se o avançado está pronto. “Sabe a responsabilidade que tem por se encontrar num clube como o FC Porto e está tranquilo”, garante.

Como Derlei na entrega e dedicação

Ainda estava longe de se concretizar a transferência de Soares para o FC Porto, numa altura em que o avançado era, sobretudo, apontado insistentemente aos chineses do Henan Jianye, que estavam dispostos a pagar sete milhões de euros, nos corredores do Dragão comparavam o jogador do V. Guimarães ao ex-portista Derlei. Deco, que jogou com o antigo atacante, admite que têm algumas semelhanças, mas apenas na forma de trabalhar. “Pelas características de trabalho, pela entrega e pela dedicação, é parecido com o Derlei, mas são jogadores diferentes”, deixa bem claro o antigo internacional português, traçando um perfil com as diferenças. “O Derlei era um jogador mais de fugir da área, mas depois entrava e acabava por marcar golos. O Soares é mais de área do que ele”, garante.

Fonte: Ojogo