Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Tal como o Benfica queria, Pedro Proença demitiu-se…

O cenário esteve em cima da mesa durante a Assembleia-Geral extraordinária da Liga, que decorreu nesta segunda-feira, devido a uma alteração estatutária pedida pelo Paços de Ferreira.

A mudança implicaria a realização de novas eleições num período de 15 dias.

Pedro Proença mostrou-se disponível para se submeter a novas eleições, mas a Direção do organismo acabou por decidir que não havia motivos para um sufrágio antecipado.

“O que aconteceu foi que o presidente Pedro Proença, desprendido, chegou a dizer que se fosse essa a vontade dos clubes, estaria à disposição para deixar o cargo, sem prejuízo de voltar a candidatar-se”, explicou, no final, Sónia Carneiro, diretora executiva da Liga.

Ao início da tarde, os clubes tinham votado, por unanimidade, a aprovação do relatório e contas da época 2016/17, com um resultado positivo de cerca de 2,5 milhões de euros.

12 Comments

Leave a Reply
  1. A culpa não é dos VAR’s, dos AVAR’s, dos árbitros. Eles não fazem nem mais nem menos do que o primeiro-ministro (f. v.) e seus acólitos. A culpa é dos clubes, que parece gostarem de apanhar no c*, e manterem-se calados. Porque não convocam uma assembleia geral da Federação e outra da Liga, afim de, por maioria, destituírem todos os orgãos. Não adianta fazer cosmética – O destituir parcialmente, porque os padres e acólitos continuariam lá. A única tomada de posição capaz, seria uma vassourada a todos, incluindo funcionários, delegados, e todos os que superintendem no futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *