“Temos matéria na formação para a equipa A do FC Porto”

Fernando é outro exemplo de um jogador da equipa B chamado à equipa principal e que cumpriu com as exigências de um jogo de responsabilidade, Madeira. Outros só precisam de oportunidades, acredita

A equipa B do FC Porto voltou a ter resultados positivos nesta temporada, não só com a conquista da Premier League International Cup, como pela forma como conseguiu dar a volta a uma situação que chegou a ser preocupante no campeonato da II Liga. Joaquim Pinheiro, responsável máximo por essa equipa, sublinhou a capacidade demonstrada pelo grupo e reconheceu que, uma vez mais, há jogadores de qualidade no plantel dos B para voos mais arrojados.

“Não quero estar aqui a individualizar, mas temos boa matéria. É normal que nem todos cheguem à equipa principal, mas é o objetivo do clube e alguns chegarão lá, têm qualidade para isso, a exemplo do Fernando Fonseca, que esteve no jogo com o Marítimo e muito bem”, recordou.

Kayembe e Galeno têm estado em foco. Curiosamente, ambos foram fundamentais para a conquista da Premier League International Cup e o dirigente dos azuis e brancos garantiu que tinham argumentos para aproveitar a porta que se abriu na equipa principal para a próxima época.

“É como tudo na vida, precisam de uma oportunidade e de saberem agarrá-la, porque muitos passaram e alguns nunca tiveram essa oportunidade. A política do clube tem sido muito na base da formação, para nós e para os outros. Mas temos de começar a pensar um pouco mais em nós, até atendendo à situação do clube, e formar mais. Se continuarmos a ter o apoio do presidente, que não se poupa a esforços para nos ajudar, vamos conseguir”, completou.

Esta época, o FC Porto B chegou a estar nos lugares de play-off da permanência da tabela do campeonato da II Liga, mas a equipa soube reagir a tempo e dar a volta à situação. O contraste foi evidente com a época passada.

“Vencemos o campeonato e isso criou alguma pressão e um pouco de responsabilidade. Foi uma época em que mudámos três vezes de treinador por razões diferentes. Depois, saíram muitos jogadores e entraram outros, mas com o apoio do presidente e da administração conseguimos chegar ao final das duas competições em que estivemos com bons resultados”, comentou. Agora, as expectativas para a próxima temporada são as melhores: “Queremos que seja uma época um pouco melhor do que esta, se for má que seja pelo menos como esta. Mas estamos confiantes de que iremos atingir os nossos objetivos, crescendo com a ajuda do presidente.”

Fonte: Ojogo