Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Treinador do Moreirense admite que F. C. Porto foi prejudicado

Augusto Inácio, treinador do Moreirense, admitiu que o F. C. Porto tenha sido prejudicado pelo árbitro Luís Godinho, no jogo que ditou o afastamento dos portistas da Taça da Liga.

“Admito que o F. C. Porto possa ter tido lances, mas não quero afirmar o quê sem ter visto os lances”, disse Augusto Inácio, quando questionado sobre a arbitragem durante a conferência de imprensa após o encontro que ditou o apuramento do Moreirense para a “final four” da Taça da Liga.

“Não tenho problemas nenhuns, se tiver sido beneficiado, em dizer que fomos beneficiados”, acrescentou Inácio. “Quando formos prejudicados, também o direi. Temos de mudar um bocadinho esta mentalidade. Cada vez mais os treinadores se queixam das arbitragens, mas quando são beneficiados calam-se”, disse.

Sobre o jogo, Augusto Inácio considerou que na “primeira parte, o F. C Porto foi superior ao Moreirense”, apesar de ter pertencido à equipa da casa a primeira oportunidade do jogo. “Depois, o F. C. Porto teve ali duas ou três oportunidades. Fizemos uma segunda parte fantástica. Quando se pensava que o Moreirense caísse fisicamente devido ao ritmo do Porto, libertámo-nos. Depois, o que é certo, é que o Moreirense teve três, quatro claras oportunidades de golo, e só por egoísmo dos nossos jogadores não dilatámos o marcador”, acrescentou.

“Estamos nos quatro melhores, na ‘final four’. Esta competição está feita para estarem lá os ‘grandes’, o Benfica, o F. C, Porto, o Sporting e, provavelmente, o Braga”, observou Augusto Inácio. “Os ‘outsiders’ aparecem de vez em quando. Este ano foi o Moreirense, no grupo do F. C. Porto”, acrescentou.

 

Fonte: Ojogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *