Tribunal O jogo unânime: Dois penáltis por marcar ao Porto

CHAVES – FC PORTO 0-0*

* 3-2 no desempate por grandes penalidades

Árbitro: João Capela (AF Lisboa) Assistentes: Ricardo Jorge Santos e Tiago Rocha Amarelos: André André 2’, Braga 35’, Marcano 36’, Leandro Freire 56’, Maxi Pereira 65’,

 

93’

Bola na mão ou mão na bola de Leandro Freire? Seria penálti?

Freire, com o braço direito, embora encostado ao corpo, movimentou-se na direção da bola, inviabilizando a sua passagem. Fez assim grande penalidade que o árbitro não considerou, porventura por não ver, já que ocorreu no lado contrário à sua posição. Deliberadamente, Leandro Freire colocou e movimentou o braço para jogar a bola e evitar que ela passasse. Capela cometeu um erro grave ao não assinalar um claro penálti. Erro muito grave do árbitro ao não penalizar o Chaves. Leandro Freire joga claramente a bola com o braço e por isso teria de ser punido com o penálti.

2016-11-19-1