Última hora: Jogo entre Rio Ave e Benfica investigado pela PJ no caso de viciação de resultados

Empresários ligados às águias terão abordado os jogadores já constituídos arguidos

A Policia Judiciária está a investigar suspeitas de pagamentos a jogadores do Rio Ave, para perderem um jogo com o Benfica. Não há para já arguidos e a investigação, que começou no Porto, transitou agora para Lisboa. Foi no âmbito da investigação à suspeita de um esquema, envolvendo elevadas apostas e relacionadas com o jogo Feirense-Rio Ave, em fevereiro deste ano, que a Judiciária encontrou indícios de que um outro encontro, envolvendo o Benfica, poderá ter sido falseado. Investiga-se a batota nos resultados, depois de testemunhas inquiridas pela PJ do Porto terem dado conta de que em abril do ano passado – há duas épocas – empresários ligados ao Benfica terão abordado os mesmos jogadores mais tarde constituídos arguidos no processo do Feirense-Rio Ave. Essa investigação em concreto, a que diz respeito às apostas que terão sido inclusivamente suspensas, não terá tido resultados e há já uma indicação no processo para proceder ao arquivamento. os quatro atletas foram constituídos arguidos apenas para sustentar a apreensão dos telemóveis. Em dois dos casos, os aparelhos já terão mesmo sido devolvidos. Estavam em causa, nesse jogo, os jogadores Cassio, Marcelo, Roderick Miranda e Nadjack. Os mesmos que aparecem também envolvidos na denúnicia de que dá conta de que o Benfica utilizou emissários, neste caso empresários, para pagar aos jogadores para propiciarem a vitória do encarnados. Nesse jogo o Benfica ganhou por 1-0. O CM e a CMTV sabem que a decisão de que esta investigação transitasse para Lisboa foi tomada pelo magistrado do Ministério Público. Entendeu que estava relacionada com outras investigações que têm o Benfica como alvo e que estão entregues à Unidade de Combate ao Crime Económico e Financeiro da PJ. É o processo vulgarmente conhecido como o dos ‘emails’ que agora ganha uma nova vertente.