Vitória a abrir a segunda volta do Andebol 1

Na 14.ª jornada do campeonato​, o ​FC Porto venceu em Braga o ABC (26-23) para se isolar no terceiro lugar​ da tabela

 

O FC Porto foi esta quarta-feira a Braga arrancar uma importante vitória sobre o ABC (26-23), no jogo referente à 14.ª jornada que assinalou o arranque da segunda volta da primeira fase do Andebol 1. O resultado permite-lhe isolar-se no terceiro lugar da tabela e manter os dois pontos de distância para os dois primeiros classificados, Sporting e Benfica.

No Flávio Sá Leite reencontraram-se duas equipas que tinham empatado no jogo da primeira volta, no Dragão Caixa (23-23). Desta vez, no entanto, os azuis e brancos levaram a melhor, num encontro em que Miguel Martins foi a grande figura ao apontar nove golos.

A equipa orientada por Lars Walther esteve por cima durante a primeira parte, tendo ido para o intervalo a vencer por quatro golos de diferença (15-11), e voltou a entrar bem na segunda, gerindo bem a vantagem que trazia do balneário até permitir que o ABC, com um parcial de 6-0, voltasse para a frente do marcador e se relançasse na partida

Os últimos minutos foram, portanto, de grande emoção no pavilhão dos arsenalistas e o resultado poderia ter pendido para qualquer um dos lados. Foi o FC Porto o mais forte e, com um parcial de 3-0 nos instantes finais, retomou o comando do marcador, garantindo três preciosos pontos para continuar a perseguir o duo de líderes da classificação.

FICHA DE JOGO

ABC-FC PORTO, 23-26

Andebol 1, 14.ª jornada
6 de dezembro de 2017
Pavilhão Flávio Sá Leite, em Braga

Árbitros: Duarte Santos e Ricardo Fonseca (Madeira)

ABC: Humberto Gomes e Ricardo Ferreira (g.r.), Délcio Pina, Hugo Rocha (6), Roberto Ferreira, Carlos Bandeira, João Peixoto (1), Nuno Silva (4), Dario Andrade (3), Carlos Martins (3), Belmiro Alves, Hugo Manso, Hugo Rosário (3), Tomás Albuquerque (2), Francisco Silva e Cláudio Silva
Treinador: Jorge Rito

FC PORTO: Hugo Laurentino, Telmo Ferreira e Sérgio Morgado (g.r.); Victor Iturriza (2), Nikola Spelic, Yoel Morales (3), Miguel Martins (9), Jonas Alves, Ángel Hernandez, Rui Silva, Daymaro Salina (2), José Carrillo, Diogo Branquinho (2), António Areia (4), Miguel Alves e Aleksander Spende (4)
Treinador: Lars Walther

Ao intervalo: 11-15

 

Fonte: FC Porto