Vitória em Belém vale subida ao terceiro lugar

Dragões bateram lisboetas por 32-29, num encontro em que ainda tiveram de sofrer nos últimos cinco minutos

 

O FC Porto subiu provisoriamente ao terceiro lugar do Andebol 1, em igualdade com o Benfica (segundo, com 28 pontos), após ter vencido esta quarta-feira, por 32-29, no pavilhão do Belenenses, em encontro antecipado da 11.ª jornada. Trata-se da décima vitória consecutiva dos azuis e brancos (oitava no Andebol 1) que este sábado (18h30, informações sobre os bilhetes aqui) têm um difícil desafio caseiro frente aos alemães do Füchse Berlim, a contar para a primeira mão da terceira eliminatória da Taça EHF.

O Belenenses, que partia para o encontro com os mesmos pontos (25) dos Dragões, se bem que com mais um jogo disputado, equilibrou o jogo nos primeiros dez minutos (com a ajuda de algumas defesas do ex-portista João Moniz), mas a partir daí emergiu a superioridade do FC Porto. Os lisboetas procuraram tornar o jogo mais lento, nomeadamente prolongando os ataques, mas a partir do momento em que os portistas meteram velocidade no jogo, os contra-ataques foram-se surgindo e a vantagem foi-se dilatando. Chegou a ser de oito golos na primeira parte, mas o intervalo chegou com 13-19 no marcador.

Os Dragões defendiam bem e era esse o segredo para os ataques rápidos que, no início da segunda parte, fizeram a vantagem aumentar para um máximo de nove golos (a última das quais de 17-26, aos 38 minutos). Nem o mais otimista dos adeptos do Belenenses esperaria que a sua equipa discutisse o resultado, mas a verdade é que, a cinco minutos do fim, perdia por apenas dois golos (28-30), muito graças a boas intervenções de João Moniz. Os portistas puxaram dos galões, mesmo sem o desqualificado Iturriza e golos de Miguel Martins e Ángel Hernández restabeleceram a tranquilidade (28-32).

FICHA DE JOGO

BELENENSES-FC PORTO, 29-32

Andebol 1, 11.ª jornada
15 de novembro de 2017
Pavilhão Acácio Rosa, Lisboa

Árbitros: André Gameiro e Renato Marques

BELENENSES: João Moniz e Miguel Moreira (g.r.); Ricardo Ferreira (2), Nuno Santos (4), Diogo Moreira, Valter Soares (3), Paulo Galrão, Pierre Malfoy, Diogo Domingos (4), Nuno Roque (5), Marco Gil (1), Fábio Semedo (2), João Ferreira (7), Ricardo Silva, Marcos Araújo e Nelson Pina (1)
Treinador: João Florêncio

FC PORTO: Hugo Laurentino e Alfredo Quintana (g.r.); Victor Iturriza (2), Nikola Spelic, Yoel Morales (2), Miguel Martins (6), Jonas Alves, Ángel Hernández (6), Rui Silva (2), Daymaro Salina (4), José Carrillo (2), Diogo Branquinho (1), António Areia (4), Miguel Alves (0) e Aleksander Spende (3)
Treinador: Lars Walther

Ao intervalo: 13-19

Disciplina: desqualificação para Victor Iturriza (56m)

Fonte: FC PORTO