Viver com memórias felizes quando toca a jogar com o Benfica

Já vi o FC Porto ganhar por cinco, tanto no Dragão, como na Luz. Quando somos displicentes também podemos perder

Hoje, temos todas as razões para estar otimistas. A probabilidade de ganhar ao Benfica e relançar a nossa candidatura ao título é estatisticamente muito elevada. Se olharmos para o ano passado, é 100%, vitória no Dragão e vitória na Luz. Se olharmos para o histórico entre os dois clubes, a estatística não é tão favorável, mas ainda assim temos mais vitórias do que derrotas quando jogamos em casa. E se considerarmos apenas os jogos feitos neste século no Porto, contabilizamos dez vitórias para o Porto, três empates e, apenas, duas derrotas. Se os jogos forem em Lisboa, a coisa melhora um bocadinho para o Benfica, mas continua a ser-nos favorável, seis vitórias para o Porto, cinco empates e quatro derrotas.

É evidente que a estatística não ganha jogos e é certo que hoje temos de jogar muito para levar de vencida o Benfica. Mas esta tradição de ganhar ao Benfica, bastante consolidada nos últimos anos, pode ser uma boa ajuda psicológica para atacar o jogo sem medo. É sempre boa altura para recordar o que é jogar à Porto, exige acreditar do primeiro ao último minuto, correr o tempo todo, ser solidário com todos os companheiros de equipa, ter defesas que também atacam e avançados que também defendem, ao ritmo do desenrolar do jogo.

Eu vivo feliz com as memórias que tenho dos jogos com o Benfica. Já vi o Futebol Clube do Porto ganhar por cinco, tanto no Dragão, como na Luz, mas não esqueço que quando somos displicentes também podemos perder jogos, cá e lá. É por isso que a determinação e o profissionalismo são essenciais para ganhar o jogo de hoje.

As memórias felizes e a qualidade do jogo do FC Porto podem, no entanto, não ser suficientes para ganhar. Se atendermos ao que se passou nas épocas mais recentes e também com o que já se passou este ano, temos de perceber que na dúvida os árbitros decidem contra o Porto e, muitas vezes, nem se percebe que o árbitro possa ter qualquer tipo de dúvida. Por causa disto, o FC Porto não está a fazer este jogo, pelo menos com os mesmos pontos que o Benfica. Três pontos em Alvalade e dois em Setúbal foram-nos completamente retirados por duas más arbitragens. Vamos acreditar que Artur Soares Dias vai fazer uma grande arbitragem, não prejudicando nem FC Porto, nem Benfica. Esperemos igualmente que os jogadores do Porto joguem com a memória bem viva, porque é ela que nos diz que temos tudo para ser felizes. Todos os portistas querem ser campeões. Força, Porto.

FONTE/ OJOGO